Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

PORQUE NÃO SOU PETISTA ! - Marcelo Tás


PORQUE NÃO SOU PETISTA

de Marcelo Tas

Por não ser petista, sempre fui considerado "de direita" ou "tucano" pelos meus amigos do falecido Partido dos Trabalhadores.

Vejam, nunca fui "contra" o PT. Antes dessa fase arrogante mercadântica-genoínica, tinha respeito pelo partido e até cheguei a votar nos "cumpanheiro". A produtora de televisão que ajudei a fundar no início da década de 80, a Olhar Eletrônico, fez o primeiro programa de TV do PT. Do qual aliás, eu não participei.

Desde o início, sempre tive diferenças intransponíveis com o Partido dos Trabalhadores. Vou citar duas.

Primeira: nunca engoli o comportamento homossexual dos petistas. Explico: assim como os viados, os petistas olham para quem não é petista com desdém e falam: deixa pra lá, um dia você assume e vira um dos nossos.

Segunda: o nome do partido. Por que "dos Trabalhadores"? Nunca entendi. Qual a intenção? Quem é ou não é "trabalhador"? Se o PT defende os interesses "dos Trabalhadores", os demais partidos defendem o interesse de quem? Dos vagabundos?

E o pior, em sua maioria, os dirigentes e fundadores do PT nunca trabalharam. Pelo menos, quando eu os conheci, na década de 80, ninguém trabalhava. Como não eram eleitos para nada, o trabalho dos caras era ser "dirigentes do partido". Isso mesmo, basta conferir o currículum vitae deles.

Repare no choro do Zé Genoníno quando foi ejetado da presidência do partido. Depois de confessar seus pecadinhos, fez beicinho para a câmera e disse que no dia seguinte ia ter que descobrir quem era ele. Ia ter "que sobreviver" sem o partido. Isso é: procurar emprego. São palavras dele, não minhas.

Lula é outro que se perdeu por não pegar no batente por mais de 20, talvez 30 anos... Digam-me, qual foi a última vez, antes de virar presidente, que Luis Ignácio teve rotina de trabalhador? Só quando metalúrgico em São Bernardo. Num breve mandato de deputado, ele fugiu da raia. E voltou pro salarinho de dirigente de partido.

Pra rotina mole de atirar pedra em vidraça.

Meus amigos petistas espumavam quando eu apontava esse pequeno detalhe no curriculum vitae do Lula.

O herói-mor do Partido dos Trabalhadores não trabalhava!!!

Peço muita calma nessa hora. Sem nenhum revanchismo, analisem a enrascada em que nosso presidente se meteu e me respondam. Isso não é sintoma de quem estava há muito tempo sem malhar, acordar cedo e ir para o trabalho. Ou mesmo sem formar equipes e administrar os rumos de um pequeno negócio, como uma padaria ou de um mísero botequim?

Para mim, os vastos anos de férias na oposição, movidos a cachaça e conversa mole são a causa da presente crise. E não o cuecão cheio de dólares ou o Marcos Valério. A preguiça histórica é o que justifica o surto psicótico em que vive nosso presidente e seu partido. É o que justifica essa ilusão em Paris...misturando champanhe com churrasco ao lado do presidente da França...outro que tá mais enrolado que espaguete.

Eu não torço pelo pior. Apesar de tudo, respeito e até apoio o esforço do Lula para passar isso tudo a limpo. Mesmo, de verdade.

Mas pelamordedeus, não me venham com essa história de que todo mundo é bandido, todo mundo rouba, todo mundo sonega, todo mundo tem caixa 2...

Vocês, do PT, foram escolhidos justamente porque um dia conseguiram convencer a maioria da população (eu sempre estive fora desse transe) de que vocês eram diferentes. Não me venham agora querer recomeçar o filme do início jogando todos na lama. Eu trabalho desde os 15 anos. Nunca carreguei dinheiro em mala. Nunca fui amigo dessa gente.

Pra terminar uma sugestão para tirar o PT da crise. Juntem todos os "dirigentes", "conselheiros", "tesoureiros", "intelectuais" e demais cargos de palpiteiros da realidade numa grande plenária. Juntos, todos, tomem um banho gelado, olhem-se no espelho, comprem o jornal, peguem os classificados e vão procurar um emprego para sentir a realidade brasileira.

Vai lhes fazer muito bem. E quem sabe depois de alguns anos pegando no batente, vocês possam finalmente, fundar de verdade um partido de trabalhadores.

Marcelo é jornalista, autor e diretor de TV. Entre suas obras destacam-se; participação na criação das séries "Rá-Tim-Bum", da TV Cultura e o "Programa Legal", na TV Globo. Atualmente é âncora do CQC, editado pela TV Band.

14 comentários:

Mozart Gomes disse...

Excelente... nunca tinha pensado por este lado...

CARLOS disse...

Nunca na história desse país se escreveu um texto tão verdadeiro

Stephan disse...

Absolutamente perfeito!

Finalmente alguém conseguiu consolidar em um único texto toda a realidade que assola o PT.

Brilhante.

alessandro disse...

Esse texto não foi escrito pelo TAS, pesquisem só no google ou mesmo no blog dele, nao consta nada.. se apropriaram da figura publica dele yuppie para bater no PT, que é o maior partido de massas da america latina, o unico a romper o ciclo mdb-arena (psdb,pmdb,dem,pp e ptb) e se consolidar como partido dos trabalhadores brasileiros. Porque trabalhadores? porque nasceu da luta contra a ditadura de sindicatos, intelectuais, mulheres, negros, ambientalistas e todos os segmentos plurais que veem na luta complexa contra o capital, o fortalecimento do trabalho. nao era um partido que reproduzia o tipo de socialismo de vanguarda sovietico Diferente de acm, barbalho, tasso, sarney que controlam meios de comunicao, empresas etc boa parte dos membros do partido vive da politica e isso nao é motivo de vergonha, vivem para a representacao, se especializando nesse sentido e trabalham muito, seja lula, seja qualquer um. é simplesmente lamentavel que se use uma figura publica para bater nessa referencia dos trabalhores brasileiros, que por mais que tenha problemas e eu mesmo nao votarei no pt mas no psol, nasceu forte e continua aos trancos e barrancos, sujando aos maos no parlamento, para disputar com a direita.

Blog da Resistência Democrática disse...

Alessandro

Procure melhor, amigo, e poupe-nos de suas idiossincrasias!

http://marcelotas.blog.uol.com.br/arch2005-07-16_2005-07-31.html

Abraço

Marverde

Joao Santos disse...

Alessandro

Este "socialismo de vanguarda sovietico" como voce citou, foi um dos regimes mais sanguinarios da historia das naçoes.

O solteiro disse...

è prezado sr. Mozart Gomes
que sorte que alguem pensou por voçe né? só falta agora vir alguem e dizer pra vc que o PSDB representa os trabalhadores desse país. Alias representa mesmo, afinal privatiza tudo e gera emprego privado, onde os trabalhadores ficam sobre o cabresto dos patrões, e o serviço público é enfraquecido...

Ricardo disse...

O serviço publico é lugar de trabalhador? Não PSDBista mas me poupem, mostrem um serviço publico descente, é um cabide de emprego que não deveria ser extinto mas precisa...

Anônimo disse...

CABODE DE EMPREGOS É LA NO CONGRESSO, SENADO E NA CASA MÃE DILMA UM MOBTÃO DE VAGABUNDOS RECEBENDO NOSSOS SUADOS IMPOSTOS PRA REPRESENTAR ELES MESMOS NO PODER...

Eduardo Porrada disse...

Simples, objetivo, realista... franco!

A verdade descrita !!!

Anônimo disse...

O PT provou de maneira inequívoca que não existem mais partidos de centro, direita ou esquerda, o que há são 2 grupos: um que esta no poder e faz absolutamente tudo para lá permanecer (o PT, atualmente)e um outro grupo que busca o poder, fazendo também tudo para lá chegar (o PT ou outro partido qualquer). Portanto, tanto faz quem ocupa a ¨cadeira¨, as práticas sempre serão as mesmas. Nunca a musica do saudoso Renato Russo (Legião Urbana) - Que país é este - foi tão atual.
Brasil, pátria da corrupção!

Luiz Augusto Portella disse...

Corrigindo o link para a cartinha do Tas.
http://blogdotas.terra.com.br/2005/07/31/carta-aos-petistas-2/

Aliás o Alessandro é o típico PTista. Defende com unhas e dentes um partido que já está falido e só sobrevive por gente como ele, que não quer enxergar as falcatruas de um partido que agora recebe pedras na sua vidraça e só estava acostumado a atirar pedras.

Luby disse...

Excelente..

Luby disse...

muito bom mesmo...